top of page

CANTANHEDE

Atualizado: 2 de ago. de 2021


Gracia Maria Baldoni Cantanhede nasceu em Campos Gerais, MG. Filha de Atílio Baldoni e Maria José Morais Baldoni. Tem dupla cidadania: brasileira e italiana. Casada com o Subprocurador-Geral da República Getúlio Rivera Velasco Cantanhede.


Tem dois filhos: Thiago Rivera Velasco Baldoni Cantanhede e Gabriel Rivera Velasco Baldoni Cantanhede (advogados). Concluiu o Curso Primário em Campos Gerais, MG, no Grupo Escolar Carlos Góes, em 1959. Concluiu o Ginasial e o Curso Normal no Colégio Padre Júlio Maria, em Boa Esperança, MG.


Reside em Brasília desde 1972. Advogada, formada pelo CEUB, em 1997, escritora e Procuradora Federal aposentada da Advocacia-Geral da União, dedica-se à literatura, tendo nove livros publicados: PALAVRA DE MULHER – Crônicas publicadas no Caderno Mulher do jornal Correio Braziliense (1994); JOGO DE PERSONA - Poesias (1997); MULHERES APAIXONADAS – Contos (2013); MADONNA CHEGOU – Romance (2017); BACIA DAS ALMAS – Poesias (2017); TANTO FAZ SE FOR MENTIRA OU VERDADE – Contos e Crônicas (2018); CORTINA DE CONTAS – Poesias (2018); e BRASÍLIA, MEU AMOR – Contos, crônicas e poesias (2019). Em julho de 2020, seu romance "Cabra-Cega" foi aprovado pela respeitada Editora Patuá,  com prefácio do escritor e crítico literário Ronaldo Cagiano. 

O romance "Devastada" , mais recente trabalho da autora, encontra-se em fase de revisão.

Condecorações e prêmios:


Vencedora do Concurso Literário da Editora Abril, de 1987, com o poema Autorretrato;


§ Troféu “Bertha Lutz” 1991 – Homenagem da S. Internacional-Brasília;


§ Mérito da Consciência Cidadã 1994, pela LIBRA – Liga das Mulheres Eleitoras do Brasil;


§ Troféu “Mulher Destaque” 1996 – Área Cultural: – S. I. Brasília Alvorada;


§ Troféu Cultural da Academia Dorense de Letras – Boa Esperança-MG 1998;


§ Troféu Mulher – AIC – Academia Internacional de Cultura – 1998;


§ Prêmio ESTILO DE REALIZAÇÃO – Revista Estilo – 2000;


§ Troféu “Mulheres Notáveis” – Prêmio Cecília Meireles, em Belo Horizonte, de 2004;


§ Troféu “Escritor do Ano”, pela Pró-Arte de Brasília – 2005;


§ Medalha do Mérito Centenário de Jorge Amado – ALMUB – 2012;


§ Medalha “Amigo da Marinha” – 2017;


§ Diploma da Academia Internacional de Cultura – Mérito de Expressão Nacional, 2019;


§ Membro da Academia Dorense de Letras de Boa Esperança-MG – Patrono: Machado de Assis;


§ Dos 16 aos 21 anos, assinou a Coluna Cultural do Jornal “A VANGUARDA”, de Boa Esperança – MG, intitulada “CALEIDOSCÓPIO”;


§ De 2003 a 2006, foi produtora e apresentadora do PROGRAMA DE ENTREVISTAS GRACIA CANTANHEDE, na TV Apoio;


§ De 2004 a 2007, assinou a coluna de variedades do jornal “DF NOTÍCIAS".


Escreve crônicas para a Revista Capital, editada pela escritora Nazareth Tunholi, desde 1998.


TEXTO ENVIADO PELA ASSESSORIA


Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page