top of page

Tendência 'quiet beauty' ganha força para gerenciar o envelhecimento

Especialista em laser, Clínica Chociai, em Curitiba, aposta no conceito de que 'menos é mais'


Relacionado com o "quiet luxury" - movimento que dominou o mundo da moda nos últimos tempos, e que valoriza o luxo mais discreto e sutil - a tendência "quiet beauty" vem dominando proposta semelhante aplicada à medicina estética. A ideia é criar, a partir de um tratamento personalizado, o realce da beleza de maneira natural, combinando o que há de mais moderno em termos de recursos tecnológicos.


Traduzindo ao pé da letra, "quiet luxury" significa algo como "luxo tranquilo"; no caso da indústria da beleza o conceito ganhou força e espaço com o aprimoramento tecnológico, capaz de proporcionar resultados minimamente invasivos, de grande efeito e satisfação àqueles que se submetem aos procedimentos.


"A tendência 'quiet beauty' nos mostra que menos é mais", diz a cirurgiã-plástica Ana Carolina Chociai, diretora da respeitada Clínica Chociai com sede em Curitiba, quando o assunto é o uso do laser estético e de reparação. A médica explica que a ideia é usar procedimentos para ter uma aparência mais natural, sem estigmas. "Um tratamento bem feito não pode ser identificado; é aí que entra também o gerenciamento do envelhecimento, porque quem gerencia adequadamente consegue manter a sua essência, sem distorção de imagem", acrescenta.


Sonia Leretz, cofundadora da Revalue Consulting (empresa do nicho de beleza nos mercados da Europa e Oriente Médio), em recente declaração para a Vogue, define o conceito como algo que se guarda para nós mesmos, em vez de ostentá-lo. "A narrativa que acompanha isso é mais humana; é uma jornada de beleza que remonta a valores essenciais, soluções e resultados verdadeiros, com menos marketing", comenta a consultora.


Ana Carolina Chociai afirma ainda que a ideia do "menos é mais" apoia-se no fato de que as mulheres estão descobrindo uma abordagem intuitiva à beleza. "Menos é suficiente e satisfatório. Estamos prontos para investir no que importa e em nós mesmos. Uma viagem de regresso aos alicerces, à natureza e à autenticidade; daí a tendência 'quiet beauty' significar também discrição, calma e simplicidade", conclui.



Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page