O lado bom do Dia dos Namorados, namorando a sua vida.

Atualizado: Jun 28


Em tempos de pandemia, o namoro mudou muito. Dia 12 de junho passou e muitos encontros pessoais deixaram de acontecer. Lembro das festas temáticas que ocorriam presencialmente no dia dos namorados Os encontros eram dedicados aos solteiros que queriam encontrar seus pares nesse dia. É claro que essa motivação era uma desculpa para a realização de uma festa animada, sem compromissos reais com qualquer mudança no estado civil de alguém. Muitos já tinham um par, alguns eram casados, outros noivos ou namorados, que buscavam apenas divertimento.


Ou então fazerem novas amizades ou viverem novas aventuras. O mais importante era se conectar a alguém, nem que fosse por apenas um dia. Ter aquela sensação de acolhimento inerente a todo ser humano. Ouvir uma gargalhada diferente, receber ou dar um abraço, flertar, beijar ou apenas conversar com alguém. As relações mudaram e hoje estamos a maior parte do nosso tempo inseridos no mundo virtual.Imagine uma festa por um aplicativo, jamais poderá se sentir o perfume de alguém , ou o gosto do drink compartilhado.


O calor ou o clima de um momento nunca será o mesmo. A energia que se troca virtualmente se modifica, mas jamais deixa de ser verdadeira ou acolhedora. Temos a falsa sensação de que estamos sozinhos em nossos lares, mas realmente não estamos. Apesar de tantos tantos divórcios, desencontros, suicídios e depressões estarem ocorrendo nesse momento, outros tantos reencontros, casamentos, nascimentos e alegres momentos estão sendo vivenciados também!


A olho humano é capaz de reconhecer aquilo que o cérebro está programado para ver. Cores são um exemplo disso. A cor é uma luz que chega aos nossos olhos através de cones e bastonetes, células da nossa retina que fazem parte do lindo processo da visão. Se visualizarmos negatividade e deixarmos de enxergar o lado bom do nosso atual viver, poderemos programar o nosso cérebro para enxergar o lado pior dessa situação. Vamos reprogramar nossa visão, abrir nossas mentes para o novo. Procurando sempre se cuidar, caminhar ao ar livre quando for possível, e também aceitar convites para reuniões e encontros virtuais. Fazer novos amigos e procurar os antigos. Se possível, também valerá a pena tentar um encontro real. A vida é um eterno conectar. Nosso caminho é feito de escolhas.


Que tal escolher namorar a sua vida no Dia dos Namorados? Pode ser um grande encontro, pense nisso.


Beijos e fiquem com Deus meus queridos leitores








0 visualização

Copyright  Absolute Rio. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.  Site art by MARISA ARAUJO