Com licença, estou cuidando da minha vida!



O certo é a gente cuidar mesmo da nossa vida...


Mas até que ponto isso é egoísmo? Até que ponto é vaidade? Até onde podemos ir? Devemos conhecer esse limite para não prejudicar o próximo nem atingir maldosamente ninguém.


Uma palavra de carinho, um minuto de atenção, colaboração... pode ser simples, mas às vezes nos deparamos com egoísmo, vaidade e até mesmo soberba...


Quem somos nós, quem é o outro? Todos lutando para sobreviver e viver...todos querendo no fundo, a mesma coisa, indo na mesma direção...


Um minuto que dediquemos a pessoa que nos curte, que nos responde, que faz uma brincadeira e nos marca no facebook, esse minuto é valioso para ela pois foi correspondida e aceita com amor. Sim, amor...gestos e palavras podem ter muito amor, assim como também podem ter ódio, inveja e maldade.


Cautela nas atitudes, pensar antes de agir ou dizer. Palavras podem ferir mais profundamente que atitudes.


Um feliz aniversário, um bom dia, boa noite, podem soar atenciosos e especiais, tornando o dia ainda mais feliz para todos.


A receita da felicidade? Cuidar de nossa vida sim, mas pensar no próximo como parte de nossa vida.


Bom dia, boa tarde, boa noite, bem-vindo à minha vida!




6 visualizações0 comentário

Copyright  Absolute Rio. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.  Site art by MARISA ARAUJO