top of page

VEM AÍ “SENHORAS DO CALENDÁRIO 2024”

Idealizador do projeto, Eduardo Araúju ousou ao produzir, nesta edição, 14 mulheres maduras posando de lingerie

O lançamento será no dia 18 de novembro, no Teatro Rival

Elas têm entre 50 e 84 anos, moram em diferentes regiões do Rio de Janeiro – zonas Norte, Sul e Oeste – e até em outro estado! Algumas são viúvas, outras divorciadas, outras casadas. Têm profissões diversas – professora, psicanalista, funcionária pública, secretária, pedagoga, assistente social, cabeleireira, secretária, médica –, algumas já aposentadas, mas todas com muito pique. Elas são as Senhoras do Calendário, projeto idealizado e promovido pelo produtor Eduardo Araúju. Pioneiro em projetos de inclusão para mulheres de todas as idades e corpos, ele lança o calendário no dia 18 de novembro, às 20h, no Teatro Rival, no Centro do Rio de Janeiro. A ousada edição de 2024 traz 14 mulheres maduras vestindo lingerie, com o tema “Renda-se a Eduardo Araúju”.


“Havia tempos que eu vinha querendo criar uma linha de lingerie. Pelo que sei, fui o primeiro profissional a colocar mulheres maduras desfilando de roupas íntimas. Foi em 1996 num desfile na Feira da Providência. Vestir renda, lingerie, mexe muito com a vaidade da mulher, a liberdade corporal da mulher. Então, conversando com minha amiga estilista Francilene Perez, apoiadora de outros projetos meus, como o Miss Plus Size, decidimos embarcar nas rendas. Bom demais ter uma parceira que viaja nas minhas ideias”, empolga-se Araúju.

Senhoras do Calendário 2024 conta com mulheres de histórias de vida bem diversas, mas com um ponto em comum: a gratidão a Eduardo Araúju. Todas dizem que ele mudou a vida delas. Algumas saíram da depressão, outras se descobriram bonitas, outras realizaram sonhos de infância, mas todas se sentem mais confiantes e seguras depois que fizeram curso de modelo e manequim com ele e passaram a participar de seus concursos. E a satisfação com o próprio corpo e a autoestima elevada são visíveis nas fotos do calendário 2024, em que mulheres maduras, tão diferentes, se exibem empoderadamente belas em peças íntimas de renda, criadas por Francilene Perez. No evento do dia 18, haverá também a coroação da nova Miss Brasil Maturidade 2024. Que será a nova miss?

As SENHORAS DO CALENDÁRIO 2024

CAPA – Helena Hachem Fernandes Bendoraytes, 70 anos

MADRINHA – Thereza Azevedo, 82 anos

JANEIRO – Cyará Mello, 74anos

FEVEREIRO – Isolda Amazonas, + 70

MARÇO – Wal Pascoa, 50 anos

ABRIL – Vida Pinheiro, 70 anos

MAIO – Martha Mello, 60 anos, Miss Maturidade 2022

JUNHO – Lourdes, 81 anos

JULHO – Claudia Marback, 59 anos

AGOSTO – Vera Lu Correia Ornellas, 68 anos, Miss Maturidade 2021

SETEMBRO – Dayse Brasil, 69anos

OUTUBRO – Glorinha Lins, 86 anos

NOVEMBRO – Jeanette Polmon, 78 anos

DEZEMBRO – Rúbia Mendes, 70 anos

A trajetória de EDUARDO ARAÚJU

Há mais de 30 anos, quando ainda era bancário e vendia cosméticos para reforçar o orçamento, Eduardo Araúju conheceu a cantora Elza Soares, então em cartaz no Cassino Amarelinho, na Cinelândia. Por razões que o acaso não explica, o jovem bancário bateu no camarim da cantora justo na noite em que a maquiadora dela não havia aparecido. “Você sabe maquiar?”, indagou a cantora sem nenhum constrangimento. A partir de então, o jovem Eduardo abraçou o ofício de maquiador, no qual permaneceu acompanhando Elza Soares por três décadas.


Durante esse tempo, o produtor visual – como prefere ser chamado – adquiriu know-how suficiente para figurar entre os melhores profissionais do país. Seus pincéis e batons pintaram os rostos de uma verdadeira constelação que inclui, além de Elza Soares, as cantoras Lana Bittencourt, Waleska, Elizeth Cardoso, Zezé Gonzaga; a apresentadora Xuxa Meneguel; e as manequins internacionais Veluma e Maria Rosa. Mas engana-se quem pensa que Eduardo só lida com estrelas do showbizz.


No ano de 1991, ele passou a ministrar aulas de modelo e manequim para mulheres da terceira idade no SESI de Jacarepaguá. Perdeu a conta de quantas profissionais formou e colocou no mercado, participando de anúncios televisivos ou ilustrando peças publicitárias. Em seus cursos, gosta de aguçar a criatividade e o sex- appeal das mulheres na faixa dos 60-70 anos. E foi assim que, em julho de 1996, 14 senhoras desfilaram roupas confeccionadas com materiais reciclados, criadas por elas, sob o comando dele, em plena Avenida Paulista. Também em 1996, os cariocas presenciaram um desfile de roupas íntimas em plena Avenida Atlântica, em Copacabana, na Feira da Providência e em outros eventos no Rio de Janeiro.

A irreverência e a criatividade de Eduardo não pararam por aí. Em 1998, criou o concurso “Miss Terceira Idade de São Paulo”; em 1999, “A Mais Bela Senhora do Rio de Janeiro”; e em 2001, idealizou os concursos “Miss Rio de Janeiro da Maturidade”, para senhoras entre 40 e 60 anos; “Rainha Rio de Janeiro da Maturidade” e “Rainha das Rainhas”, para senhoras a partir de 61 anos. Os eventos, aliás, continuam existindo.


A fama de Eduardo Araúju correu mundo, passando por países como Argentina, Angola, Polônia, Japão a toda a Europa. Entre os muitos registros pela mídia internacional, destacou-se na TV europeia ARTE, num documentário feito no Brasil para ser exibido em toda a Europa. Eduardo também foi convidado a gravar um documentário sobre Misses da América Latina, exibido na Polônia.


O carinho e dedicação a seu ofício e ao público da terceira idade também lhe renderam Moções na Câmara Municipal e na Assembleia Legislativa, entre 2001 e 2007, e da Comenda Expoente.


O produtor é o pioneiro nos concursos para mulheres que de tamanho GG. Em 2010, criou o concurso Miss Plus Size Carioca Oficial, provando que, para ser bela, a mulher não depende de idade ou peso. “O importante é dissociar o conceito de beleza da juventude, afinal, o mundo não é feito só de jovens de 18 anos e com manequins pequenos. Além de preenchermos uma lacuna no mercado de modelos, que se esquecia da terceira idade e das gordinhas como público-alvo. Não faço apologia à obesidade, e sim apologia à felicidade e a oportunidade. Saber aceitar-se, assim do jeito que somos”, ressalta Araúju, deixando claro que, afinal das contas, o que interessa é a saúde do corpo e da alma.

SERVIÇO

Lançamento de SENHORAS DO CALENDÁRIO 2024

Dia: 18 de novembro (sábado)

Horário: 20h

Local: Teatro Rival

Endereço: rua Álvaro Alvim 33 – Cinelândia – Centro – Rio de Janeiro


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page