top of page

Três décadas de uma grande conquista do esporte: o tetra do Brasil em Copas do Mundo

O grito esperado por milhões! O tetra chegou de um jeito espetacular! O resultado dos pênaltis, mais que o esperado: no Estádio Rose Bowl, em Pasadena (nos EUA), o Brasil conquistou o quarto título em Mundiais diante da emoção de uma torcida apaixonada. 17 de julho de 1994. Há 30 anos, o acontecimento mais importante da história do esporte, na década, tremeu os cinco continentes.


Taffarel. Sem dúvidas, o nome mais chamado naquele momento de tensão. E ele, estava lá, atento a qualquer jogada dos italianos. Um deslize e pronto. A taça iria parar nas mãos deles. Mas, felizmente, a seleção, comandada por Carlos Alberto Parreira (sem esquecer de Zagallo, na coordenação), na época, teve mais sorte em campo.


Choro, desespero, angústia. Sentimentos normais em qualquer decisão de campeonato. Porém, uma Copa é uma Copa! E que Copa! Que momento! Na hora da cobrança, concentração, medo e, acima de tudo, muita fé! No último minuto, Baggio errou feio o chute, motivo suficiente para garantir a festa brasileira e logo, a aflição deu espaço às lágrimas de felicidade.


A emoção também contagiou aqueles que passaram semanas noticiando, cobrindo, escrevendo. No olhar de cada jornalista, o brilho e satisfação. Quem prometeu comemorar o tetra, cumpriu a palavra! E assim, tudo começou, de novo: sonhar, mas com o Penta. No entanto, para saber se viria ou não, era preciso esperar, naquele instante, 1.425 dias.


Foto: Divulgação


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page