top of page

Tartaglia Arte apresenta três exposições no Centro Cultural Correios RJ.

Tartaglia Arte apresenta três exposições no Centro Cultural CorreiosRJ , dos artistas Andréa Brêtas, Almir Reis e Naura Timm, confirmando sua importância no mercado das artes plásticas.

Mostras trazem estilos diversos que provocam o espectador a transitar por vários estilos e experiências sensoriais, com curadoria de Regina Nobrez e Riccardo Tartaglia


A Tartaglia Arte apresenta três exposições no Centro Cultural Correios RJ, celebrando a diversidade de estilos e confirmando sua excelência no mercado das artes plásticas. Entre os artistas, Andréa Brêtas, com "Tudo Mais Entre Nós", Amir Reis, com a retrospectiva "20 Anos" e Naura Timm, com a surpreendente "Brasília Arquetípica". A curadoria das exposições é de Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez.

Sobre as exposições





"Tudo Mais Entre Nós" é a nova exposição individual da artista plástica e fotógrafa carioca Andréa Brêtas, com pinturas no estilo aguado de tinta acrílica em canvas e alumínio, e uma instalação, onde trata das relações humanas e dos 'nós' que existem no meio do caminho, dos impasses e das dificuldades, mas também da serenidade e da leveza que aguardam depois da passagem por esses nós desfeitos.


"Tudo Mais Entre Nós" fala do antes e do depois, mas da importância de passar por esse meio do caminho, como um prisma onde a luz incide e se abre em sete cores. Quando falamos das obras pictóricas de Andréa Brêtas, falamos da forma específica com que se relaciona com a sua época e imprime essa época, com seus conflitos e contradições.

O pintor e fotógrafo Almir Reis apresenta a exposição "20 Anos", trazendo uma retrospectiva de sua trajetória artística, baseada em uma arte plural, recursos tecnológicos e arquitetônicos, em cores ou em preto e branco, mostrando o cenário carioca, formas geométricas e as piscinas, que convidam a um mergulho em seu trabalho. Almir Reis exibe suas inspirações, que passam pela pop art, colagens e mix-mídia, deixando a interpretação livre para o espectador.



"Na casa da minha avó materna havia na sala um quadro, eu frequentava a casa e ele sempre me atraía para duas coisas que amo: arte e arquitetura. Ela morava numa pequena cidade no interior da Bahia, onde fazia muito calor. Eu achava aquela imagem refrescante . Eu tinha apenas 11 anos e era o meu primeiro contato com um print do artista inglês David Hockney. Quando adulto, depois de ter maior contato com museus e galerias, já tinha ingressado nas artes através da fotografia, o que, diga-se de passagem, me abriu as portas para o mundo, onde pude, com muito amor, mostrar as paisagens lindas do nosso Brasil . Um dia, em um museu na Europa, eu me vi diante do quadro original, onde me veio uma carga emocional muito forte ligado a minha infância . O meu subconsciente havia guardado aquela imagem em algum lugar do cérebro , que veio à tona contemplando essa obra . A partir daí, comecei a percorrer toda a inspiração do artista. Creio que todo artista surge inspirado em outros artistas , nem que seja de forma inconsciente. Sempre fui amante da Pop Art , de colagens e da arte plural, como colagens e mix-mídia ( técnica mista ) . Sinto que essa mostra me leva a uma história da minha vida, minhas inspirações , trazendo nessa retrospectiva de 20 anos, desde o início com as fotografias do cenário carioca, um brinde ao olhar de todos, passando por geométricos , algo mais visual e matemático , e pousando nessas piscinas, algo refrescante, prazeroso e social . Tento fazer da minha arte universal, onde minhas paisagens podem significar o Rio, ou Palm Springs ou até o nordeste brasileiro, deixo a critério do espectador. Tenham um bom “ mergulho “ na minha arte". A artista plástica Naura Timm apresenta a exposição "Brasília Arquetípica", trazendo obras que se baseiam em arquétipos - ideias como modelos originários de todas as coisas existentes -, tomando como base o recorte histórico de Brasília. As peças mostram arquétipos que representam o instinto percebido pelos sentidos e com personalidade própria.


Nas palavras de Regina Nobrez, curadora da mostra ao lado de Riccardo Tartaglia, "suas obras são sobre arquétipos nas projeções inconscientes, principalmente formadas por elementos que relatam o que Jung (Carl Gustav Jung psicanalista, antropólogo, filósofo) denominou de sombras. Essa teoria será utilizada na tentativa de explicar a origem das formas arquetípicas visualizadas em algumas edificações de Brasília, analisando resultados das projeções da sombra, nas definições de espacialidades, tomando como exemplo o recorte histórico de Brasília. Um lugar como um indivíduo que pode manifestar diversos arquétipos em sua personalidade mas geralmente um deles é predominante, e Brasília desenvolve potencialidades e a busca do conhecimento e a prática da autorreflexão, que a artista tenta passar nos seus trabalhos... e na sua arte mágica em Brasília." Sobre a Tartaglia Arte A Tartaglia Arte foi fundada em 1950 como um estúdio de pintura pelo artista Piero Tartaglia, então conhecido como Piery. Após alguns anos, criou um ponto de referência e encontro cultural com outros artistas e jovens talentos onde, sob a orientação do Mestre, desenvolveram seu estilo pessoal. A paixão avassaladora de Tartaglia pela expressão pictórica com explosões de cor pura e contrastes violentos que tornam a tela viva, deu vida à Escola do Disgregacionismo. Posteriormente fundou as Galerias, para exposição permanente de seus trabalhos e os de seus alunos, e que hoje são dirigidas pelo filho Riccardo. O amor pela arte e uma visão cultural ampla são as peculiaridades deste grande artista, e representam sua herança moral e espiritual. Herança que continua sendo representada por Riccardo Tartaglia, que trabalha com a mesma seriedade e tenacidade na propagação da arte, através de exposições e eventos internacionais. Mas tudo com a assinatura de Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez (Membro da Academia de Belas Artes do Rio de Janeiro e Embaixatriz Cultural com Honoris Causa, pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina - Honra da Arte de Florianópolis), o que confere um atestado de credibilidade e sensibilidade criativa. Site: tartagliaarte.org Instagram: @riccardotartaglia @reginanobreztartaglia @tartagliaarte Serviço: . Tudo Mais Entre Nós - Andréa Brêtas - até 06 de janeiro de 2023 - 3º andar - Salas B e C . 20 Anos - Almir Reis - até 06 de janeiro de 2023 - 3º andar - Salas A, 1 e 2 . Brasília Arquetípica - Naura Timm - até 28 de janeiro de 2023 - 2º andar - Salas B e C Realização: Tartaglia Arte e Centro Cultural Correios RJ Site: www.tartagliaarte.org Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem Instagram: @_paula_r_soares Local: Centro Cultural Correios RJ - 2º andar - Salas B e C Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro - RJ Tel: (21) 2253-1580 De terça a sábado, das 12h às 19h Entrada: gratuita Classificação: livre Como chegar: metrô (descer na estação Uruguaiana, saída em direção a Rua da Alfândega); ônibus (saltar em pontos próximos da Rua Primeiro de Março, da Praça XV ou Candelária); barcas (Terminal Praça XV); VLT (saltar na Av. Rio Branco/Uruguaiana ou Praça XV); trem (saltar na estação Central e pegar VLT até a AV. Rio Branco/Uruguaiana). Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem (21) 99506-7999

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page