top of page

Show NA MATRIZ de MOYSEIS MARQUES no Drink Café



O produtor João Luiz Azevedo

volta com a programação musical

no DRINK CAFÉ

na Lagoa Rodrigo de Freitas – Parque dos Patins

com o show

“NA MATRIZ” de MOYSEIS MARQUES,

no dia 25/06

MÚSICA AO VIVO E AO AR LIVRE NO PARQUE DOS PATINS

O Quiosque/Bar/Restaurante DRINK CAFÉ, na Lagoa (próximo ao Parque dos Patins) reinicia programação musical a céu aberto adotando medidas de higiene e distanciamento para garantir a segurança do público e dos músicos.

O espaço, que sempre foi referência de música ao vivo no Parque do Patins ao promover shows de jazz e bossa nova e até festivais de música, aposta agora em uma programação para shows mais intimistas, mas não menos importante.

Para iniciarmos a nova programação de shows musicais no local com o pé direito, convidamos o cantor compositor MOYSEIS MARQUES para apresentar seu show NA MATRIZ, no dia 25/06.

O produtor João Luiz Azevedo está organizando a agenda de shows e promete noites memoráveis, seguindo todas a normas de segurança contra a propagação da Covid-19.

O produtor cultural João Luiz Azevedo diz que “está muito feliz com a volta dos shows, em local seguro, ao ar livre, com shows de primeiríssima qualidade e com toda segurança para público, músicos, equipe técnica e funcionários do local, nesse momento tão delicado de pandemia. Já não era sem tempo esse retorno. É importante os shows voltarem a ocupar seus locais de apresentações e, certamente, o DRINK CAFÉ será uma ótima opção, principalmente para aqueles que ainda não se sentem a vontade em locais fechados.”

O DRINK CAFÉ é ao ar livre, em plena Lagoa Rodrigo de Freitas, ao lado do Parque dos Patins.

Inicialmente com shows somente nas sextas feiras e, futuramente, conforme a procura do público, ampliaremos para outros dias da semana.

Ana Maria Magalhães, proprietária do espaço, aposta que essa iniciativa será muito importante para a reativação do setor musical, um dos mais abalados pela quarentena do Covid-19.

“Vamos ter música ao vivo e ao ar livre com shows de mpb, jazz, bossa nova, forró e rock (inicialmente) somente às sextas feiras e, conforme o sucesso, pretendemos ampliar os shows para os outros dias da semana, movimentando assim o setor musical e os artistas que estavam sem ter onde tocar.”

Medidas de Segurança:

> Aferição de temperatura na entrada;

> Profissionais, funcionários e equipe técnica utilizarão EPIs;

> Álcool em gel nas mesas e espaços comuns;

> Distanciamento de 2m entre as mesas. 4 lugares por mesa, mapa de lugares marcados;

> Venda de ingressos antecipado com desconto em bilheteria online;

Confiram detalhes sobre o show de estreia:

* Dia 25/06 (sexta-feira 19:30h) – MOYSEIS MARQUES no show “NA MATRIZ”.

Fundador das bandas Forró na Contramão e Casuarina, participou também das bandas “Casa Quatro”, “Rio Maracatu” e ” Tempero Carioca”. Sua canção “Pretinha Jóia Rara” integrou a trilha sonora da novela Caminho das Índias, de Glória Perez. É conhecido pelo seu trabalho de cantor e compositor de sambas, revelado no circuito noturno do bairro da Lapa, aqui no Rio de Janeiro. Como ator, deu vida ao personagem principal do musical “A Ópera do Malandro” de Chico Buarque de Hollanda sob a direção de João Falcão. A partir daí apresentou, sempre com muito sucesso, o show “Moyseis Marques Canta Chico Buarque”. Em 2019 lançou seu último Cd/Dvd “Passatempo” e durante a pandemia montou o novíssimo show “Na Matriz” que será apresentado, ao vivo, presencialmente.

O cantor e compositor Moyseis Marques apresenta sozinho o show “Na Matriz”, fruto do processo criativo empírico, caótico, heterogêneo e necessário para que os músicos sobrevivessem à quarentena. “Na Matriz” é também o nome da faixa título do seu novo trabalho, um baião denso e poderoso, feito em parceria com Rudá Brauns, o líder do imponente Sexteto Sucupira.

Entre lives e curadorias de festivais online, aulas de música, estudos de novos instrumentos, faxinas domésticas e muito exercício físico, Moyseis resgatou algumas canções, descobriu outras e, ainda, escreveu novas.

Junto com ele, que não anda só, encontramos traços de Wilson das Neves, Joyce Moreno, Moacyr Luz, João Cavalcanti, Alfredo Del Penho, Ivan Lins, João Martins e Elisa Queirós muito presentes. O samba, sempre predominante no repertório, abre alas para os baiões, xotes, capoeiras e toadas que, em sua maioria, exaltam a negritude e as matrizes afro brasileiras.

Sucessos já conhecidos na voz de Moyseis ganharam roupagem intimista, porém não menos visceral, característica marcante da voz desse mineiro de Juiz de Fora que se estabeleceu no subúrbio do Rio de Janeiro aos 20 dias de nascido. “Dificilmente um ‘Luiz Carlos da Vila’ fica fora do repertório!”, brada Moyseis, referindo se ao maior poeta do bairro onde se criou: a mesma Vila da Penha de Teresa Cristina, do jogador Romário, de Marcelinho Moreira e Luiza Dionízio, só pra citar algumas personalidades desse simpático lugar no subúrbio da Leopoldina.

A matriz dessas obras é o violão de Moyseis, berço da maioria das canções que serão apresentadas no show, com destaque para “Móbile da insônia” (dele com Elisa Queiros, voz do Arranco de Varsóvia) e a metalinguística “Quarentena” (parceria com João Martins), já sucesso das lives do cantor nesses 14 meses de confinamento. Versões para “Chá de Panela” (clássico de Guinga e Aldir Blanc) e “Yaya Massemba” (maravilha de Roberto Mendes e Capinam ) também conquistaram o coração do público e estão entre as mais pedidas, além das autorais “Panos e Planos” (com Luiz Carlos Máximo) e “Entre os Girassóis” (com Edu Krieger ).

Surpresas ao berimbau ou ao cavaquinho também podem surgir, como nas lives que revelaram versões arrebatadoras de “Terra” (Caetano Veloso) e “Morena de Angola” (sucesso de Clara Nunes, escrito por Chico Buarque), agradando, inclusive, o autor da canção, com quem Moyseis gravou o samba choro “Subúrbio” em seu mais recente DVD, “Passatempo ao vivo” (Biscoito Fino, 2019), em comemoração aos seus – menino, mais já?!? – 20 anos de carreira.

“Na matriz” é um passeio pela minha trajetória, apontando para o futuro, ainda incerto, numa condução autossuficiente, versátil e metalinguística”, prevê, sem bola de cristal, Moyseis. “Evoluo na frente da plateia e, com ela, monto o meu roteiro, escolho o que vou cantar e tocar, faço meus arranjos individuais, organizo minha ‘casa’ musical”.

Essa “casa” de Moyseis (que, inclusive, é o nome de outra cantiga, sucesso de quarentena) abriga os versos de Luiz Antônio Simas, Socorro Lira e Vidal Assis e abriga, também, a todos nós. É só tirar os sapatos, usar máscara e passar álcool em gel. Contagiemo-nos com a música desse bamba!

Sejam bem vindos …

Serviço:

DRINK CAFÉ: Av. Borges de Medeiros, s/n. qq 5 – Parque dos Patins. Lagoa. Sexta-feira às 19:30h. Preço dos Ingressos: R$ 30,00

Ingressos à venda pelo Pix: 886.559.627-91.

Maiores informações e confirmações das reservas pelo tel/zap: 21-99731-0933 com o produtor João Luiz Azevedo


Commenti

Valutazione 0 stelle su 5.
Non ci sono ancora valutazioni

Aggiungi una valutazione
bottom of page