top of page

Léa Garcia faleceu aos 90 anos, horas antes de receber o troféu Oscarito no Festival de Gramado.


13/08/2023 - 51º Festival de Cinema de Gramado - Curador Caio Blat e as homenageadas Troféu Oscarito atrizes Léa Garcia e Laura Cardoso | Foto: Cleiton Thiele/Agência Pressphoto

A emoção bateu forte demais! Fotos – Agencia Pressphoto


Léa Garcia faleceu aos 90 anos, horas antes de receber o troféu Oscarito no Festival de Gramado. Ela foi uma renomada atriz negra brasileira e uma das pioneiras na representatividade afro-brasileira. Além de atuar em filmes como “Orfeu Negro” e “Escrava Isaura”, Léa também contribuiu como roteirista e apoiou o cinema negro no Brasil. Ela conquistou quatro prêmios Kikito no Festival de Gramado, e sua morte foi causada por um infarto agudo do miocárdio. Com mais de cem produções em seu currículo, Léa Garcia deixou um legado significativo nas artes cênicas do país.

Fotos – Agencia Pressphoto


A morte de Léa Garcia causou grande comoção, principalmente porque ocorreu no momento em que ela seria homenageada no Festival de Gramado. A notícia foi recebida com tristeza pelos familiares, amigos e fãs da atriz, que expressaram suas condolências nas redes sociais. Sua partida repentina gerou um sentimento de perda para a comunidade artística, que reconheceu sua importância como uma figura pioneira na quebra de barreiras e na representatividade negra. A morte de Léa Garcia deixou um vazio no cenário artístico brasileiro, mas seu legado e contribuições para as artes continuarão sendo lembrados e celebrados.


bottom of page