top of page

Ibis Libris Editora lança 600º livro, "O Abecedário que se Fingiu de Mudo".

Ibis Libris Editora lança "O Abecedário que se Fingiu de Mudo", do moçambicano Ernesto Moamba, conhecido como 'Filho da África' pela temática de sua escrita.


A obra é uma reflexão sobre a necessidade de sabermos quem somos e qual o nosso valor.

A Ibis Libris Editora, no ano de seu 22º aniversário, lança seu 600º livro, "O ABECEDÁRIO QUE SE FINGIU DE MUDO", de Ernesto Moamba, de Moçambique, escrito em 2020, durante a pandemia de Covid-19 e ilustrado por Lino Tivane, também de Moçambique.


Segundo Angelina Neves que assina o prefácio: “Este conto nos leva a refletir sobre a necessidade de sabermos quem somos e qual o nosso valor. Ensina-nos que, quando estamos cientes do que somos e do que valemos, não precisamos nos exibir, nem mostrar aos outros que somos maiores ou melhores do que eles. É meu desejo que muitas crianças possam comer os frutos desta tua árvore e que nelas fique a semente destes valores que nos parecem faltar: a certeza de sermos grandes, e bons e honestos. E é meu sonho que as crianças encontrem sempre uma forma de sentir e de fazer poesia”.



SOBRE O AUTOR


Ernesto Moamba, também conhecido como “Filho da África”, nasceu em 4 de agosto de 1994, em Moçambique, na Cidade de Maputo. A temática de sua escrita é marcada pela dor, o desespero e o sofrimento de sua Mãe África esquecida (segundo o autor), um verdadeiro cântico de lamento, uma ode à África.


É membro fundador da AMCL (Academia Mundial de Cultura e Literatura), ocupando a Cadeira 21, com o Patrono Cruz e Souza. Finalista do Prêmio Segundo Varal Literário da Câmara Municipal de Divinopolitana de Letras, em Minas Gerais (BR), no Gênero Poesia Internacional, em 1º lugar. Lançou e publicou, pela Editora do Carmo (Brasília, BR), seu livro de estreia de poesia, “Liberta-te, Mãe África”.



Recebeu o 3° Lugar no IV Concurso Internacional de Prosa – Prêmio Machado de Assis 2017, organizado pela Confraria Cultural Brasil-Portugal (CCBP). Lançou e publicou, pela Editora Folheando (Pará, BR), o livro infanto-juvenil “O Coelho Fugitivo: Entre a Esperteza e o Medo”, e ainda a 2ª edição de “Liberta-te, Mãe África”. Recentemente, publicou, nos Estados Unidos, em Nova York, por meio da Editora Underline Publishing, o livro “Free Yourself, Mother África”, traduzido para o inglês e, na Colômbia, pela Editorial Torcaza, a tradução para o espanhol de “Libérate, Madre África”.


Atualmente, conta com três Antologias Internacionais de que participa como curador/organizador: Antologia Poética Brasil-Moçambique (UESPI-NEPA, Marleide Lins); Antologia Internacional Moçambique em Versos (Literarte Brasil, Izabelle Valladares) e Sentimentos Lusófonos (Editora Porto Lenha, Ana Ferreira). É membro do Círculo dos Escritores Moçambicanos na Diáspora – Sede em Portugal e Presidente de Núcleo Municipal de Maputo da Academia Internacional da União Cultura-Brasil.



Além de haver sido condecorado no Brasil pela Organização Mundial dos Defensores dos Direitos Humanos (OMDDH), com os títulos de Embaixador de Paz e Defensor dos Direitos Humanos e Destaque Internacional Cultural e Social, e Título Educacional em 2020, é detentor de vários prêmios por sua produção literária, dentre os quais se encontra o Global Poet 2022 – Word Poetry Anthen, concedido pela World Poetic Meetings, no Texas, EUA.



Com obras lançadas e publicadas no Brasil, Estados Unidos e Colômbia, entre outros países, Moamba é membro do Círculo dos Escritores Moçambicanos na Diáspora, com sede em Portugal, presidente do Núcleo Municipal de Maputo da Academia Internacional da União Cultura – Brasil, presidente e membro fundador do Círculo Acadêmico de Letras e Artes de Moçambique, com sede em Maputo.


E-mail: ernestoantonio427@gmail.com


Instagram: @ernesto_moamba


SOBRE O ILUSTRADOR


Lino António Tivane nasceu na província de Maputo, Urbanização, num bairro perto da capital de Moçambi­que, em 16 de janeiro de 1999. É desenhista gráfico, ilus­trador, artista plástico e estudante finalista de Licenciatu­ra em Ensino de Física com Habilitações para Energias renováveis na Universidade Pedagógica de Maputo. Filho de mãe comerciante e pai carpinteiro, que têm muito or­gulhoso dele. Iniciou sua carreira de artista plástico aos 17 anos, desenvolvendo trabalhos de forma independen­te. Em 2018, realizou, pela primeira vez, uma exposição de pinturas, intitulada “Rostos africanos”. As ilustrações de O Abecedário que se fingiu de mudo marcam a estreia de seu trabalho como ilustrador de uma obra infantojuvenil no Brasil e em Moçambique.


Instagram: @linotivane258


O ABECEDÁRIO QUE SE FINGIU DE MUDO


Ernesto Moamba


Ilustrações de Lino Tivane


ISBN 978-65-89331-75-9


R$ 40,00


32p.



SOBRE A IBIS LIBRIS EDITORA


Ibis Libris é uma editora de primeiros livros de prosa e poesia, ficção e não ficção, infantis, juvenis e de cultura em geral. Foi fundada em 18 de agosto de 2000 e hoje tem mais de 600 títulos publicados, principalmente de literatura. Sua fundadora, Thereza Christina Rocque da Motta, é poeta, editora e tradutora. Lançou “Joio & Trigo”, seu primeiro livro de poemas, em 1982. Tem 25 livros publicados, entre eles, “Capitu” (2014), “Breve anunciação” (2013) e “As liras de Marília” (2013). É membro do Pen Clube do Brasil e da Academia Brasileira de Poesia. Fundou a Ibis Libris em 2000, e criou o selo Bisbilibisbalabás em 2002. “Sheherazade” é seu primeiro livro de contos. Em 2021, criou o selo Maat somente para mulheres. Este ano, comemora os 22 anos da Ibis Libris Editora.



Segundo Thereza Rocque da Motta, "a Ibis Libris foi criada para dar voz aos autores que desejam transformar seus sonhos em livros e, com isso, dividir com eles os seus sonhos, como o meu, de ter o seu livro e, posteriormente, uma editora para transformar sonhos em realidade. Hoje, tenho o orgulho de poder apresentar todo esse empenho de 22 anos para provar que a força da mulher está e sempre estará presente".


Instagram: @ibislibris


Thereza Christina Rocque da Motta

Ibis Libris

Editora

Rua Pereira Nunes, 395 cob. 1.701

Vila Isabel

20.541-022 Rio de Janeiro - RJ

Tel.: 21-3546-1007 / 96580-0499

bottom of page