top of page

Fios de Sustentação de PDO Indicado para elas e eles

Com o passar dos anos, começamos a diminuir a produção de colágeno no nosso organismo, o que significa que estamos dando início ao nosso processo de envelhecimento.). E apesar de não haver uma fórmula milagrosa para impedirmos a ação do envelhecimento, felizmente possuímos alguns procedimentos que podem nos auxiliar a retardar ou até prevenir estes processos, como os bioestimuladores de colágeno, entre eles destacando-se os Fios de Sutura. Os fios são responsáveis por promover um efeito de sustentação dos tecidos (lifting) e estimular a produção de colágeno dos mesmos.


Segundo a Dra Tathiana Antony da Clinica Renewmed . o fio de sustentação de PDO (polidioxanona) que são biocompatíveis, absorvíveis e estimuladores de colágeno, pois trazem resultados bastante satisfatórios, sem comprometer a saúde do nosso paciente.

O efeito de rejuvenescimento promovido pelo procedimento de implante de fios pode ocorrer de duas formas. A primeira é através da inserção dos próprios fios, pois a tração mecânica produzida pelas “garras” que se fixam nos tecidos da face, são capazes de promover o efeito de sustentação, puxando os tecidos e, portanto, acarretando um efeito imediato (porém leve) de lifting - amenizando a flacidez. Além disso, a Polidioxanona, o material que compõe o fio, é uma substância capaz de estimular a atividade das fibras elásticas e dos fibroblastos (células indutoras de colágeno) durante todo o período em que o fio estiver implantado nos tecidos.


Os Fios de PDO permanecem no organismo em até 6 meses, porém mesmo após sua completa absorção através de hidrólise, o processo inflamatório responsável pela indução de colágeno ainda persiste e os resultados podem durar até 2 anos. Passado o período de ação dos fios, os ganhos com o procedimento não são perdidos, porém, o processo de envelhecimento natural do corpo é contínuo, portanto é necessário o acompanhamento junto ao profissional para avaliar a necessidade de reposição de mais fios ou a aliança a outros procedimentos, sempre mantendo os cuidados com a pele e os tecidos.


Esse procedimento é indicado, principalmente, para pacientes que já apresentam certa flacidez tecidual ou que desejam prevenir sua ocorrência. É importante também observar que cada indivíduo apresenta esses sinais de flacidez em graus e idades diferentes, porém, é possível realizar o procedimento a partir dos 25 anos.

As áreas de maior recomendação para o procedimento de implante de fios são:

- Contornos do rosto (malar, mandíbula, etc) para redefinição


- Sulcos faciais (“bigode chinês”, “linha de marionete”, “bochechas de buldogue”)


- Pescoço e papada


Além dessas regiões, ainda é comum observar a utilização de fios em áreas como glabela (entre sobrancelhas) e olhos (“pés de galinha”), ou até mesmo no corpo (braços, abdômen, interno de coxas, etc).

A colocação dos fios é minimamente invasiva, ou seja, não-cirúrgica, e os mesmos são implantados com anestesia local e através de pequenos pertuitos de entrada e saída das cânulas, na região subcutânea do tecido. A profundidade da aplicação permite que os fios sejam imperceptíveis ao toque ao olho nu, não causando nenhum tipo de elevação, depressão ou “pregueamento” da pele ao redor. O sangramento pós procedimento é mínimo, com baixas possibilidades de edemas e hematomas e o tempo de recuperação é praticamente imediato.


Dra Tathiana Antony Dermatologista da Clinica Renewmed


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page