top of page

EXPOSIÇÃO MATRIZES – O LIXO COMO ORIGEM


A Galeria de Arte Gilson Martins tem o prazer de anunciar a sua reabertura tão aguardada com o lançamento da exposição "Matrizes - O Lixo como Origem". A vernissage acontece no dia 14 de novembro, a partir das 17:30h, na Galeria situada na loja de Ipanema, localizada na Rua Visconde de Pirajá, 462.


Nessa exposição, Gilson apresenta 18 telas 100% criadas com sobras e resíduos da produção de sua fábrica. O artista traz um diálogo envolvente entre a exuberância cultural e a complexidade caótica que define o Rio de Janeiro.


ECOARTE COM O LIXO DA FÁBRICA


A exposição destaca a abordagem ecoartística de Gilson, revelando uma nova perspectiva sobre a relação entre arte e resíduos na indústria.


Descoberta em 2017, o artista concluiu o estudo dessa técnica dentro do chão de fábrica

observando a produção das bolsas através de um inconformismo constante do material

descartado dia após dia. Nas tentativas, encontrou a solução sobrepondo as sobras das lâminas do corte dos ícones em negativo, recombinando cores e redirecionando o movimento das imagens na intenção de harmonia estética.


Uma nova superfície lisa, serve como fundo para receber as peças de laminados recortados artesanalmente, colados e cuidadosamente costurados em espiral para ressurgir as novas cenas. Flores, círculos e recortes das montanhas, que sobrepostos, compõem uma verdadeira "Salada de Rio de Janeiro" temperada com cores vibrantes, formas em movimento e volumes sensuais e elegantes. Podemos dizer que é uma técnica mista de colagem, sobreposição e costura.


Comprometido com a sustentabilidade, Gilson abraça essa causa reduzindo o lixo na sua

fábrica de maneira inovadora e consciente, ressignificando materiais descartados em obras de arte que capturam a essência multifacetada da cidade.


Fotos de Leo Marinho

Vídeo de Marisa Araujo


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page