top of page

Exposição Do Lixo ao Luxo na galeria Metara

Evento na Galeria Metara lança projeto que envolve sustentabilidade e preservação do meio ambiente

Idealizado por Susi Sielski Cantarino, “Do Lixo ao Luxo”, que conta com o patrocínio da Secretaria do Meio Ambiente e do Cury, teve início com uma oficina para crianças e adolescentes no MUHCAB (Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira), e será concluído com um grande evento na Galeria Metara, no dia 22 de novembro. O coquetel terá, além de exposição com artistas de renome convidados, palestra e exibição de fotos e vídeos, além de exibição em video mapping. “’Do Lixo ao Luxo’ é um projeto-modelo embrionário que dentro em breve deverá ter um alcance mais abrangente. Nossa proposta é fazer acontecer, num futuro próximo, em outros locais, envolvendo pessoas atuantes na área da sustentabilidade e do meio ambiente, com a ‘adoção’ de crianças por designers e pintores que, juntos, irão confeccionar suas próprias lixeiras”, afirma Susi Cantarino. Tudo começou quando Susi, que além de artista é também proprietária da Metara, pensou em transformar o lixo descartado no entorno da Gamboa em algo que pudesse ser usado em prol da conscientização pelo cuidado com o meio ambiente. Foi assim que surgiu a ideia de promover oficinas de restauração e arte em parceria com o MUHCAB, localizado na vizinhança. Susi reuniu cerca de 80 molduras que seriam descartadas pela Metara para serem transformadas em arte por crianças e adolescentes da Fundação Darcy Vargas, instruídos a criar sua própria caixa de lixo usando o material, incrementando com pinturas e colagens, e motivando o aprendizado de marcenaria. “Fui instigada por uma inquietação e uma enorme vontade de encontrar uma solução com um modelo de ação que movesse as pessoas, de forma criativa, a jogar o lixo nas lixeiras e não no chão! Assim, idealizei caixas de lixo reciclando o que temos por perto - no nosso caso, molduras descartadas por clientes da Metara -, para transformá-las em obras de arte, feitas por crianças sob orientação de artistas e educadores de arte. Apostamos que a melhor maneira de educação começa dando instrução e elementos práticos, estimulando o lado lúdico desses pequenos para alcançar objetivos, sempre explicando a importância da preservação do nosso planeta, começando pelo nosso habitat. Por que as crianças? São elas, que ao criarem uma caixa de lixo somente delas, vão poder incentivar familiares e amigos a adotar essa postura de colocar o lixo no lugar certo: as obras que eles mesmos fizeram, sentindo orgulho e disseminando essa conscientização adquirida com os próximos”, explica ela.

“Pretendemos trazer para a Pequena África, como é conhecida a região, movimentos relevantes de conteúdo artístico, contemplando a melhoria da qualidade de vida dos moradores e visitantes”.

No dia 22 de novembro, a partir das 18h, a Galeria de arte Metara abrigará um evento maior, com várias ações previstas. Obras “objet trouvé” (feitas de material de descarte), criadas por Alexandre Murucci, Gustavo Speridião, Leandro Barboza, Osvaldo Gaia e pela própria Susi, estarão expostas junto às “lixeiras-artsy” produzidas pelas crianças nas oficinas. Todo o processo de confecção será mostrado através de fotos e vídeos, projetando suas obras junto a de outros artistas pelo mundo que trabalham com “readymade art”, termo aplicado a obras de arte feitas a partir de objetos manufaturados. Haverá, ainda, projeções de frases em lazer nas paredes da Gamboa.

Após a exposição, estas lixeiras serão exibidas no MUHCAB, para depois serem levadas pelas crianças que as produziram.

Serviço:

“Do Lixo ao Luxo” Abertura: Dia 22 de novembro, das 18h às 20h30 Visitação: até dia 30 de novembro de 2023 Local: Galeria Metara Endereço: Rua Sacadura Cabral 264, Gamboa.

Fotos de Miguel Sá - (21) 99733-9199


Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page