Ato em memória às vítimas do Holocausto


Na noite deste domingo - dia 27, ato em memória às vítimas do Holocausto e aos 75 anos do desembarque da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Segunda Guerra Mundial.

Uma cerimônia no monumento dos Pracinhas, Zona Sul do Rio de Janeiro, marcou o dia em memória das vítimas do holocausto. A solenidade aconteceu no Monumento Nacional aos Mortos da 2ª Guerra Mundial, no Aterro do Flamengo. A data foi lembrada pela Confederação Israelita do Brasil (Conib) e a Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (Fierj). Presentes também o Governador Wilson Witzel e o Prefeito Marcelo Crivella, líderes da comunidade judaica e de diversas religiões, representantes do Senado e da Câmara Federal e militares do Exército e da Marinha do Brasil, além de sobreviventes do Holocausto.

No ato, o Prof. Dr. (UFRJ) Babalawô Ivanir dos Santos, representando comunidade negra e as religiões de matrizes africanas, acendeu umas da velas na cerimônia. Foram acendidas seis velas, em memória aos seis milhões de judeus mortos no Holocausto, por representantes de outros segmentos perseguidos e dizimados pelo nazismo: negros, homossexuais, pessoas com deficiência, crianças e ciganos, além dos judeus.

"Evento ímpar, não podemos esquecer e sempre lutar pela defesa dos direitos humanos, liberdade, pluralidade e tolerância", afirmou o Babalawô Ivanir dos Santos, pousando para fotos com Teresa Bergher, Paulo Maltz, Diane Kuperman e Marcelo Calero


0 visualização

Copyright  Absolute Rio. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.  Site art by MARISA ARAUJO